Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Percorrendo espaços sombrios catárticos
Lastimado belo, nuvens aspirando fungos
Pisando gélidas pedras cercando musgos 
abatendo olhar apalpando viveres caóticos...

Fitando gredas,segue corroendo submundos
Apartando flatos de momentos enigmáticos
Na negra insanidade nadando os protótipos
Abrolhando as plagas, proliferando segundos

Na busca gritante da analgésica dos sucos
Amontoando gravetos dos nervos difusos
Movimentam-se neurônios mofados loucos
Sugando sumo,sorologia poética dos ilusos...

Arraigados aos cachos versejando profusos
Colhidos nos versos do abandono de poucos
Filosofias purgadas, no inferno dos verdugos
Que açoitando linhas chibatam gritos roucos...

“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
9/8/2006 


Leitura recomendada: " NÃO AGORA ! " Homenagem a Mone Carmo
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 09/08/2006
Reeditado em 09/08/2006
Código do texto: T212596
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65356 leituras)
50 áudios (9717 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:27)
Deth Haak