Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confusão

Entraves de grades afiadas perfuram meu amago molhado
Hj , mais uma vez , como sempre , estou confuso...

quero abrir minhas asas de anjo demonio e voar eternamente sobre este campo verde de possibilidades

hj mais uma vez o relogio deu 00:00 , mas um dia apagado nas lembranças e nas decisoes ainda nao tomadas

quero poder explodir-me por dentro e tirar de uma vez por todas esta furia inconciente de viver

é abapurú
és sopro de fada de fogo!
és todo e qualquer sentimento rubro e viscoso
és minha intensidade mais ativa do que nunca...
é meus peito entreaberto , exposto , és minha complexidade

pq nao sei mais o que é
hj estou confuso
Zuza
Enviado por Zuza em 12/08/2006
Código do texto: T214747
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zuza
Bauru - São Paulo - Brasil, 30 anos
4 textos (298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:34)
Zuza