Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Visão inquietante



Malfazente  que não  espera os dias
segue os rumos que entende  ao acaso
Perde  tempo  em causas  outras e doídas
Sendo  a visão  maldosa a vencer  ainda.

Olha o verso ,o reverso , sente  o vento
Na calada da noite  em pensamento
Vadia  assim a vida irada que se vai
Amizades , amores, que se perdem em ais.

Nada pensa, nem cogita em perguntar
O  por quê  de certas dores em relevo
Julga, aponta ,espeta a lança  condenando
sem  ao menos   analisar o puro  enlevo.

Olhos sonsos que vêem o que querem
olhos tontos a vagarem  em  noite escura
mal  quereres ...  anseios falsos a  injúrias
Esfanicou onde  lançou  esculcas.

Esculpidor de almas retas ,como mestre
a apontar erros  alheios  com malícia
marcou  a si de modo forte e malogrado
Com as mesmas lanças atiradas ao acaso...



luferretti
Enviado por luferretti em 17/08/2006
Código do texto: T218663
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:22)
luferretti