Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não me pediram pra parar o carro II

Não me pediram pra parar o carro
Desci da vida em movimento

Rasguei as roupas - Rompi meus lados
Perdi meu sangue - Vazei por dentro

Gritei meu nome enfurecido
Como quem cospe no próprio prato

Nesse momento enraivecido
Não pude ver fui degolado

Muitos se perdem pelos caminhos
E outros tanto deixam de lado

Corria o tempo - Gente dizia
Estaria morto – Ou só calado...


ULISSES de ABREU
Enviado por ULISSES de ABREU em 07/10/2006
Código do texto: T258817

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e endereço para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ULISSES de ABREU
Viçosa - Minas Gerais - Brasil
608 textos (207325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:55)
ULISSES de ABREU