Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ECLIPSE

 Nadir A D'Onofrio

Triste destino esse meu...
Sozinha vivo à procurar-te.
Logo que no horizonte desponto,
Teu aceno é só o que me dá...

Condenados a viver separados,
Eu dentro de ti, pois do sistema é o rei.
Por que fui assim degredada!
Por ser bela ou por te amar demais?

Sol, meu astro rei!
Venha sua lua afagar,
Esperamos tanto, por esse momento.
Só no eclipse, podemos amar!

Quando nossa hora chegar
Eu deusa lua à te esperar!
Você, majestade... meu sol...
Num só corpo, felizes à bailar!

Nós abraçados no mesmo lugar,
O universo inteiro a conspirar.
E os seres felizes,
Por esse momento apreciar.

Ahh nosso sonho acabou!
Você devagar se vai.
Eu lua cheia, ficarei à esperar,
Até o próximo eclipse chegar...
Só assim, que posso te amar!

08/11/2003
Praia Grande SP


Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 27/01/2005
Reeditado em 28/04/2011
Código do texto: T2613

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
940 textos (96374 leituras)
145 áudios (12666 audições)
18 e-livros (4223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 20:48)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor