Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu e as bençãos da noite


 
 
Quero falar com você, sobre mim
Não do que sou, mas de como estou agora
Talvez eu até fale, de quem fui...
Se houver tempo.
Mas o importante é mostrar como estou...
Estou sob os olhos da noite, e os encantos dela
Em busca da abençoada escuridão
Que por vezes esconde minhas marcas
As marca deixadas pelo tempo
E os desleixos causados pela falta
Do vil metal, dinheiro...
Gosto da noite pois nela realizo
Meus sonhos mais ousados, é onde me escondo
E me mostro... é onde apareço e sumo
Nas ondas de desejos de outros seres
Reprimidos, preconceituosos, solitários
E por muitas vezes covardes e oportunistas.
Na noite, meu corpo gordo e desforme
Se transforma na mas linda e pura
Forma de prazer, onde por muitas vezes
Viajo via fibra ótica até quem por min busca
É quando eu viro uma Musa, uma Deusa pagã
Senhora de todos os prazeres do universo.
Então quem deseja me amar, terá que me amar
No escuro, onde eu possa ser aquilo que se quer
Ou imagina...
Onde eu possa ser quem eu quero
Dar e receber o que é desejado...
O prazer da minha companhia
Na noite eu vou além do que sou
Sou tudo que quero ser...
E Posso ser mais do que se imagina
De dia eu murcho, como as flores noturnas
Que não resistem a luz do sol
De dia, sou como estou e não como eu quero ser...
De dia, perco meus encantos de mulher
Sou massa desforme, cheia de energias conflitantes
Num mundo ardiloso e perverso
De enormes preconceitos estéticos
De dia sou vergonha e não aceitação,
Perco o brilho, a sedução, perco a magia
De dia, Faço parte de uma guerra maldita e injusta
Pela minha sub-existência, é quando busco coisas...
Que na verdade já não acredito.
É quando a rainha que em mim habita a noite
Vira uma guerreira,fria, dura, feia e racional,
Com um escudo e uma espada nas mãos.

Cris Cátia Lima
Enviado por Cris Cátia Lima em 19/10/2006
Código do texto: T268260
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cris Cátia Lima
Salvador - Bahia - Brasil, 53 anos
59 textos (35295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:46)
Cris Cátia Lima