Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inveja

Inveja

Qual bela garça branca
Abrindo usas asas
Banhando-se com graça
Nas águas claras do lago.

Voando entre a avegetação
Enfeitando a paisagem
Ó tu jovem, sabes ser devassa
Ou cruel como Messalina

Tua pele acetinada, perfumada
Reveste corpo tão belo e formoso
Alguns antecipam-se em gozo
Somente ao ver-te tremem, dleiram...

Ó noiva impaciente, incontente,
Amante insatisfeita, sedenta, faminta
Lábios resequidos contorcidos
Língua impertinente, ferina...

Teus olhos verdejantes como o mar
Enchem-se de espumas ao beijar a areia
Terrível como as tempestades fortes
Ao cair grossas lágrimas triste quem te pranteia.

Filha desobediente, profana, orgulhosa
Ciumenta até de sua irmã caçula
Sabes fingir quando queres ter doçura
Não te culpo nem posso te ignorar

Habitas o misterioso e profundo oceano
Onde vivem todos sentimentos do ser humano
Ès árvore poderosa com galhos irrequietos
Inveja é teu nome, sem qualquer afeto.
Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 24/10/2006
Código do texto: T272476

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87670 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:14)