Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Argumento

Ainda vejo meus sentimentos
Como algo a que me detenho
No que nasci me levou  a ser
E ver poder ver todos espectros
Do espectro da luminosa
Fiquei neste ainda e nada
Como me pudesse deter

Os atiros que fui e farei
No tudo que fiz

Como calibrar toda tensão
Todo magneto que suponho
Cada milímetro nanico
Cada hora-encontro cada física
Fibra laciada pelo laço
Lácio e sua manhã robusta
Sórdida , ecoada trupe inválida
Destinatário caminha centopéia
No fértil positivo
Estudo do novo
Será tudo do ovo
Quando a casca romper
Ritual
Enviado por Ritual em 29/10/2006
Código do texto: T276809
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ritual
São Paulo - São Paulo - Brasil
92 textos (2222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:12)
Ritual