Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEMITÉRIO



O portão do cemitério se abre.
É um sinal, um chamado, um alarme.
De lá ecoa uma música suave.
Um sopro frio me invade.

Adentro a recepção do cemitério.
Receberam-me almas sem mistério,
Pessoas em pranto, grama,
Jambeiros, mangueiras, lama.

Os espíritos me pedem fique.
Suplicam por atenção.
Apertam meu coração.
Cruza-me um canto triste.

Entrego-me ao pedido,
Ao silêncio da calçada,
Ao lutuoso gemido ...
E encostam-me na lápide marcada
Mystika
Enviado por Mystika em 03/11/2006
Reeditado em 06/11/2006
Código do texto: T281558
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Mystika
São Tomé - São Tomé Island - São Tomé e Príncipe
106 textos (2069 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:10)
Mystika