Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Outras janelas

  A dor que sinto é tamanha
  Nem seu olhar me acompanha
  O medo que sinto é segredo
  Mas teu cinismo  é desejo
  Eu busco paisagens no teto
  E vejo o vazio tão perto
  E na parede apenas retratos
  Quadros,lembranças;recados
  O sono que me embala é leve
  Como a palma da mão que escreve
  O que a mente sempre compõe
  Ser aquilo que os outros sopõem
  No quarto a dor é eterna
  A cama acolhe sutil e terna
  Eu vejo o futuro como quem pinta
  uma sombria aguarela,e apenas senta...
 espera!
  Procuro saida e só encontro janelas.
   
Dinhalove
Enviado por Dinhalove em 04/11/2006
Código do texto: T281732
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dinhalove
Recife - Pernambuco - Brasil, 41 anos
126 textos (4390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:23)
Dinhalove