Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar revolto


Não tente me navegar,
em minhas ondas repentinas
poderás naufragar.
Não tente me rastrear,
meu caminho só eu conheço,
pistas falsas eu deixo,
que não levam ao meu endereço.
Sou quem não vês,
vês quem não sou.
Fruto silvestre,
nem tanto atraente...
Mas desperta curiosidade...
Se ingerido,
mortal qual navalha afiada...
“mata mais que bala de carabina...”.
Não tente me navegar.

Zemar Sousa
Enviado por Zemar Sousa em 08/11/2006
Código do texto: T285956
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zemar Sousa
Fortaleza - Ceará - Brasil
53 textos (2370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:22)
Zemar Sousa