Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUZ AZUL (poema palindrométrico)

Rir: o breve verbo rir
rir é ferir
e mui choro, dor, óh ciúme
soa como caos

Missa é assim
no medo do demon
ore sim, mísero
oro com o coro
rezar pelo sol é prazer

A ida à diva a vida adia
à sua pausa
aí rufa a fúria
o azarado teme toda razão
só a megera rege mãos

Ama, até o poeta ama
atraca a carta
agora, sua causa roga
ame a ema
ame o poema.
Duda Keiber
Enviado por Duda Keiber em 10/11/2006
Código do texto: T287548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Keiber
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
77 textos (6418 leituras)
1 áudios (82 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:01)
Duda Keiber