Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ideologia absurda

Olhe para mim,
Veja alem do que seus olhos lhe permitem;
Deixe flamejar o sentimento oculto,
Liberte-se da paina que lhe envolve.

A deiscência se concretizou
E agora eu não guardo mais fobias
Contudo,
Você ainda teme a minha eufonia
Por isso abra a janela e
Permita que o alvor ilumine seus olhos.

Seu caminhar em minha direção,
Você está hábil a me seduzir;
Eu ainda ouço a harpa divina
Que seus dedos dedilham em constante perfeição,
Meu fragmento de sonata perfeita.

Agora olhe para mim,
Entenda minha ideologia
Que eu jogo no meu pergaminho secreto
Que por um tempo eu passei a desabonar
Então vire as costas para mim,
Um dia você há de entender.



Fernando B. Sandi
Fernando Gaia
Enviado por Fernando Gaia em 12/11/2006
Código do texto: T289507
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Gaia
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 26 anos
14 textos (1080 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:04)
Fernando Gaia