Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpas

Quando me abraça me sinto um pedaço de tudo em você
não consigo tecer tamanho sentimento sem razões das
brisas que passam suspirando em meus sentimentos
os sons desta noite pediu me desculpa pela incompetência de pedir-me desculpas por não ser
o
ser
desculpas
de dentro ou fora serei surda aos brios de trapos
encontrados na desculpa.
Minha vida anda bailando descupas
desculpas
Se tu me perguntas sou
sou
qualquer desculpas
sou qualquer coisa
que ficas sempre a desculpas
o rochedo
a lágrima
a dor
o último mar
o papel branco
o silêncio
o amor
que sinto por você.
sou
desculpas
MARIA DE FÁTIMA BORGES MAGALHÃES
Enviado por MARIA DE FÁTIMA BORGES MAGALHÃES em 16/11/2006
Código do texto: T292986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MARIA DE FÁTIMA BORGES MAGALHÃES
Belém - Pará - Brasil
106 textos (1880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:43)
MARIA DE FÁTIMA BORGES MAGALHÃES