Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA HORROROSO




   Agora lembrei!
   Eu era uma mulher
   Sem rosto...
   Melhor:
   Um resto de alguém
   D'algum roto
   Egresso d'uma cova
   Semi aberta
   Um aborto! Horroroso!
 
   O horror...
   Em sonho


   S Paulo, 22/11/2006
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 22/11/2006
Código do texto: T298016
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CORDEIRO de ITIÚBA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
531 textos (13667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:37)
CORDEIRO de ITIÚBA

Site do Escritor