Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

êxtase

 Faço poemas para mim
 Me orgulho ou me aborreço
 E depois arquivo...
 Quando estou me sentindo vazia,
 vou buscar  nas palavras que escrevi
 A resposta para o meu vardadeiro EU.

 Faço poemas simples;
 Me agrado ou ignoro,
 Guardo tudo!
 E então quando o tempo sobra,
 Eu revejo cada linha;
 Cada estrofe,cada página...
 Como se elas fossem a minha
 Tábua de salvação.

 Em suma não sou poeta,
 Nem o pretendo ser.
 Não sou escritora,sou contista.
 Levo para meus cadernos,
 o que minha alma costuma contar;
 Em segredo quando já se faz tarde.

 Deito sobre meus escritos o climax
 De minhas tragédias e a magia
 De minhas venturas .
 Passo para mim mesmo,
 As experiencias contidas
 Em meu intelecto.
 E viajo em águas inavegavéis...

 Sinto um prazer infinito ao escrever
 Como se realmente estivesse a
 Masturbar meus pensamentos.
 E quando tudo se torna desejo
 E solidão...
 Quando o êxtase escorre pelos meus dedos,
 Sufocando todos os meus gemidos,
 è em silêncio que eu GRITO!!!
 
 E cada momento eu me perco e me encontro;
 Demasiado;Humano!eu faço versos como quem goza!
Dinhalove
Enviado por Dinhalove em 25/11/2006
Reeditado em 25/11/2006
Código do texto: T300736
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dinhalove
Recife - Pernambuco - Brasil, 41 anos
126 textos (4391 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:28)
Dinhalove