Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOITE, VILÃ DOS AMANTES!

Noite -  infinito da vida,
arregalada, silenciosa e profunda!
Murmurante de pingos batendo na janela,
roncos, ressonos e suspiros lacrimejantes!
Sorriso infantil, amarga solidão
deflagrada no peito sombrio solitário,
da insônia encravada!
Gordo olhar periférico,
criança hospedeira, reprodutora,
ilusão ótica da cintilante visão,
melancolia abstrata,
rainha do pudor,
abrigo-  sentimento ambulante,
pensamento contrastante polivalente
de cores turvas escaldantes,
amores livres destoantes,
noite vilã dos amantes!
Zecar
Enviado por Zecar em 20/07/2005
Reeditado em 15/06/2016
Código do texto: T36026
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20144 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:44)
Zecar