Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Ferro e Fogo

 

Fui ferido com espada que cativei
Não fui vencido mas  retornei  recolhido para o
castelo de pedras de um outro reinado e de um outro rei

Agradeci o humilde... fui embora quando estava curado!
Aprendi que na batalha pela vida, o
maior é quase sempre menor na cautela...
E maior derrotado!

Venci!
Voltei para o meu castelo
Empunhei “bandeira abnegue!”
Li nas cicatrizes que
lobo com sede não pode curar-se mortal ferido,
sozinho, no calor e na noite do deserto ou da estepe!
 
Na colheita dos meus campos
encontrei mão estendida
Na guerra e no conflito interior
ajoelhei e chorei pelo inimigo vencido
Embainhei a espada e estendi  a mão a favor!

Abandono a minha armadura,
a malha enlameada de discórdia,
meus cavalos, minhas riquezas!
O castelo de falsos profetas,
o jardim de falsas nobrezas!

Cativei uma espada e um reinado...

Por que conquistei?
Para ser amado? Odiado e iludido?

Para aprender a ser rei e vencer...
Me desarmei
e fui Apenas mortal ferido!

R.Lisboa®)


RLisboa
Enviado por RLisboa em 22/08/2005
Reeditado em 03/04/2007
Código do texto: T44424
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RLisboa
Brasília - Distrito Federal - Brasil
41 textos (3126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:05)
RLisboa