Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mancha de Sangue

Você está ouvindo?
Esse gritos,
todos na sua cabeça,
te levando a loucura.

Cale essas vozes,
tente se encontrar,
mas o que há em volta,
não te deixa pensar.

Parece uma arma,
apontada na minha cabeça,
pronta para atirar,
explodir os meus pensamentos,
e meus miolos.

A mancha de sangue,
tingindo a parede,
com o vinho tinto,
de todos os meus sonhos.

Escorrendo em largas gotas,
pingando uma a uma,
até o chão,
manchando o carpete,
com as minhas ilusões.

E os últimos batimentos,
ainda mais profundos,
ainda mais intensos,
empedrando todos os sentimentos,
cimentando o peito,
concreto coração.

Último suspiro,
última piscar,
último pensamento,
antes do apagar das luzes.

O fechar das portas,
o pôr-do-Sol,
o anoitecer.

Todos os dias,
no final das horas,
um tiro no meio da testa,
me faz esquecer.
Claudia Rayzer
Enviado por Claudia Rayzer em 19/09/2005
Código do texto: T51971

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Rayzer
São Vicente - São Paulo - Brasil, 31 anos
139 textos (6846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:44)
Claudia Rayzer