Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lados

Balançando em salgueiro chorão
Debaixo de um cipestre
Saboreando minha ilusão
Definhando com minha peste

Devaneio colorido
Utopia degenerada
Ora aquecido
Ora alma congelada

Brumosas mãos
Garras a ofertar,
Aconchegado na compreensão
Mais um pouco de veneno a injetar

Teu amor, salvação
Minhas drogas, perdição

No fétido odor do vicio
Seus lábios aplacam a ira da dor
E no meu descontrolado alucinado,delírio
Me das um sorriso antes do ultimo suspiro

Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 12/10/2005
Código do texto: T59087
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:17)
Gustavo Fernandes