Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vança Violão

caracteres disponíveis:  65000.

Quantos limites nos impõem.
O tempo, e a efemeridade da vida...
Os sonhos. Ah, os sonhos.
Quem os roubará!? Talvez o sol,
Aquele que rouba a nossa capacidade de sermos nós mesmos.

Permito, em minha humilde situação
Dizer que não sou luz.
A luz que acaba com pequenos e grandiosos sonhos.

Violinos vêm então à minha cabeça,
E fazem meus pensamentos serem apenas cordas...
Cordas em sustenidos e bequadros.
Bordões, prismas e deles a mais linda rima.

Esperemos que a vida prove-nos sermos capazes de viver na escuridão.
Garra
Enviado por Garra em 22/08/2007
Reeditado em 19/09/2007
Código do texto: T619496

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Erick Sousa de Almeida, vulgo Garra.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Garra
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
92 textos (6699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 05:02)
Garra