Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLANTAÇÃO

Quando tua raiz se solidificar
Sentirás teu corpo a levitar
A emoção de Apolo
No amar
E o riso ganhar o colo
No olhar

Na raiz firme, aos poucos
Se ajustar
Em terra úmida, com sussurros roucos
Pra se plantar
Em noite quente
Ao luar

A solidez se liquefazer
E uma canção se esparramar
Até a terra descansar
E a raiz se refazer

Uma lava ardente corre pelo corpo
Onde o reflexo de prata germina
O efeito cai no meu paladar
E no teu sangue adrenalina

Que te faz bailar em gemedeira
E planar por todo o universo
Arder tal uma fogueira
Na turgescência frásica do verso

Um passeio encantado e abstrato
Em estrada úmida e curiosa
Num deslizar de fino trato
Na sublime extasia ardorosa

Depois, o laço do abraço e o poemeto
Em dois pensares fazer soneto.
Uma noite linda pra falar do amor
Que por tanto tempo se buscou.
Curar toda a ferida e dor
Perceber que a vida se transformou.

Tocar a raiz que virou feliz
E, saciado todo desejo
Brindar a colheita
Com ardente beijo.

Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 31/08/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T633132

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:09)
Tânia Regina Voigt