Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esse é o único amor que podemos ter a essa estrela

Em um céu escuro,
Brilha uma estrela.
Com sua luz calma e límpida,
Ao ver uma única forma de clarear.

Uma estrela não solitária,
Mas sim dominante.
Que não te olha,
Mas te deflagra.
Uma estrela quente em sua luz,
Mas de expressão fria,
Uma que não diz estar ao teu lado,
Mas sabes que pode confiar.

Uma estrela que não se pode amar,
Pois não se ama as estrelas,
São generosas com sua luz,
Mas dominantes acima de tudo.
Com um amor escravo,
Esse é o único amor que podemos ter a essa estrela.
giullyano cordeiro dos santos
Enviado por giullyano cordeiro dos santos em 05/09/2007
Reeditado em 09/07/2010
Código do texto: T639199
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
giullyano cordeiro dos santos
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 28 anos
56 textos (35114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 01:57)