Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Constatação


Um milissegundo pensando...
No sonho capturei a tua alma
E invadiu-me a mente a tua calma
Flutuavas sobre mornas e mansas águas
Cobriam-se de rosas brancas as minhas mágoas
Mas os meus pensamentos me levaram além
Dos teus que eram claramente bem aquém
Do meu espírito ansioso por voar
Do meu coração ansioso por amar
O lugar do sonho era uma cachoeira
Ar puro, natureza e som Zen, 
Senti frio veio a mim uma lareira 
Senti paz e vi o verde ao meu redor 
Alegria mas ao mesmo tempo só 
Mas há sonho que é só e apenas sonho, 
Na verdade uma inverdade, vaidade,
Algo ficou no ar e acordando o subconsciente aliviado
Voltei pra realidade, e esboçei um riso
Constatei: "está dentro de nós e não fora, o paraíso"
Cabeça de poeta
Enviado por Cabeça de poeta em 11/09/2007
Código do texto: T648358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Osvaldo Brito, http://osvaldobrito.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de poeta
Fortaleza - Ceará - Brasil, 63 anos
185 textos (27755 leituras)
1 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 16:11)
Cabeça de poeta