Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Los Cortadores De Caña

Sofrimento tem nome
Mas a história sempre apaga
As manchas de sangue
Na palma da mão que afaga
E na outra de quem tem fome
De quem trabalha e nunca tem nada
Nós somos meros escravos
Em um bar de beira de estrada
Desejando belas senhoras da vida
Nos quartos, trincheiras, armazéns, cais
Nós gostamos dos amores e das canções
Mas não acreditamos em quase ninguém
Nós somos a gente pobre
Lutando pela reforma do campo
Em poemas, boleros, guerrilhas, canaviais
A nosotros nos gustan los amores
A nosotros nos gustan las canciones
A nosotros nos gustan nuestras madres
Pero no creemos en nadie
Tampoco en los padres
Solo creemos en nuestras manos
Viva la revolución en el campo
Viva la revolución tarde o temprano
Somos conocidos por el nombre de pueblo
Somos latinoamericanos
Somos los cortadores de caña
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 08/10/2007
Código do texto: T685274
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/17 17:24)