Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oxidação

O poeta é metal, frio e rijo
Quando nasce
Forte e prático. Metálico.
Mas, quando posto em contato com o mundo, as águas, as musas,
                                                [lugares e toda sorte de ares
ele oxida.
Enferruja rápido e perde a serventia.
Perde seus pedaços por aí, cada pedacinho num canto,
misturado nas mais estranhas coisas
até que não se distingue mais poeta e universo.
Luna Steinherz
Enviado por Luna Steinherz em 15/10/2007
Código do texto: T694813

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luna Steinherz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
424 textos (23971 leituras)
3 e-livros (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 00:36)
Luna Steinherz