Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOVENS BRASILEIROS


No Brasil, o mercado de trabalho é grande,
Importante força de progresso,
Alarmante é a participação de crianças.

Que laboram pelo meu Brasil,
Crianças que deveriam estudar,
E ser o futuro promissor.

Mão de obra sem venturas,
Desprotegidos e sem alimentação,
Trabalham para não morrerem de fome.

Pobres juvenis e minúsculos guerreiros,
Moços, mancebos escravizados,
Inqualificáveis e sem direitos.

População insignificante e indefesa,
Com máculas no corpo,
Cicatrizes na personalidade,
Durante o trabalho prematuro.

Rendimentos familiares insuficientes,
É a peleja desses menores,
Deslocando-se da zona rural,
E na cidade não há emprego.

Percebem salários de miséria,
Salário da fome e da escravidão,
Mão de obra infante juvenil.

Menores marginalizados,
Laborando como boias-frias,
Catadores de papéis nas avenidas,
Vendedores de balas nos sinais.

Guardadores e lavadores de carros,
Pequenos engraxates nas praças,
Vendedores de frutas nas calçadas,
Meninos jornaleiros correndo.

Dão conta do recado e fazem crescer,
O trabalho juvenil no Brasil,
Crianças analfabetas no milênio,

Assim, é a força de trabalho,
Amanhecendo nas avenidas,
Na idade precoce, e sem amanhã,

A polícia chega, correm apressados,
Com tabuleiros nas mãos.

Os comerciantes expelem,
Eles não pagam impostos,
Tumultuam o centro da cidade,
Maltrapilhos e desamparados.

Sem anotação da carteira,
Sem seguro desemprego,
Com direitos a reclamar,
Eles acham que lá não dá.

Homens pequeníssimos,
De mãos calejadas e frágeis,
Rasgando as mãos no árduo trabalho.

Crianças que dão o duro no amanhecer,
Trabalham para não morrer de fome,
Na negreja martirizada dos nossos olhos.




ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 12/11/2005
Reeditado em 15/03/2013
Código do texto: T70394
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2055217 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:19)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor