Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Hora Do Galo Cantar

Durmo na hora do galo cantar
Antes do sol anunciar a vida amiúde
Carrego a boemia nas veias ao luar
Vivo a noite em toda sua plenitude

Durmo na hora do galo cantar
Giro a matina envolta em graus etílicos
Enveneno os motores para transformar
A minha geração num compêndio lírico

A mudança noticiada em revistas abertas
Sou um caçador de conquistas incertas
Vestindo jeans e correndo riscos

A atitude nas roupas que causam perigo
Varo a madrugada na mente dos amigos
Cantando as letras dos meus discos
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 06/11/2007
Código do texto: T725397
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 19:09)