Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CADE?

OLHO PRA BAIXO
CADE MEUS PÉS?
NÃO OS VEJO.
CAMINHEI TANTO TEMPO POR CAMINHOS DESCONHECIDOS
QUE AGORA CREIO QUE VAGUEM
POR CAMINHOS POR ONDE NÃO PASSEI

OLHO PRO LADO
CADE MINHA COMPANHIA
CAMINHEI TANTO TEMPO SOZINHO, QUE JÁ NÃO SEI
QUANDO ANDEI ACOMPANHADO, OU QUANDO ANDEI SÓ.

OLHO PARA CIMA
CADE O CEU?
ACOSTUMEI-ME A NÃO VÊ-LO.
E POR MUITO TEMPO, NEM SENTI SUA FALTA
E AGORA?
CADE AS NUVENS QUE ME FAZIAM PASSAR TARDES A FIO A ADMIRA-LAS?

OLHO PRA MIM
E QUEM SOU ?
DENTRO DE MIM MESMO, ME PERGUNTO.
SE EXISTO OU  SE RESISTO A EXISTENCIA
E SE SÓ EXISTO, POR RESISTIR A CRUEL TENTACAO
DE VIVER, E SEGUIR EXISTINDO
OU CO-EXISTIR, INTERFERINDO NA EXISTENCIA DE OUTREM.
Rafael Estevan
Enviado por Rafael Estevan em 12/11/2007
Código do texto: T733967
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, e e-mail. Raphael E.; restevan@caloi.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Estevan
Atibaia - São Paulo - Brasil, 28 anos
625 textos (127311 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:44)
Rafael Estevan