Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insolências

Aritmética da alma

pétalas
grãos na palma

areia nas mãos,
entre os dedos

na pele:
segredos.

O varonil encanto
despedaça

minhas insolências
no desvairar noturno
das estrelas.

Aritmética.
Síntese.
Sintética obsessão.

Não descanso.
Lamento meu canto
nas malditas demências
das horas valvas.

E no silêncio
das profundezas

um anjo
de tez loura
e olhos claros
espia

adormecido em meu ventre.
Verônica Partinski
Enviado por Verônica Partinski em 13/11/2007
Reeditado em 14/11/2007
Código do texto: T736284

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Partinski
São Paulo - São Paulo - Brasil
361 textos (12826 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 15:40)
Verônica Partinski