Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POETA E O JARDIM

Na manhã de etéreas flores
Caía uma chuva feroz.

No Jardim enfeitado,
Sob os pingos celestes,
O Poeta andarilho
Sentou-se num banco
E tirou do bolso o seu último escrito.

- Era um poema sobre árvores.
E poemas sobre árvores
São sempre mais puros,
Mais fecundos, mais belos...

Foi então que,
aos beijos da tempestade
O papel, frágil e delicado como as rosas,
Se desfez por entre os dedos,
Caiu no chão
E levou embora,
para sempre,
Os seus versos.

O Poeta então sorriu.

Sua poesia agora viraria semente
E brotaria da terra.
Samantha Medina
Enviado por Samantha Medina em 17/11/2007
Reeditado em 22/11/2009
Código do texto: T740729

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Samantha Medina
Recife - Pernambuco - Brasil, 30 anos
120 textos (22141 leituras)
1 e-livros (42 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:21)
Samantha Medina