Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ILIMITADO

Oniscientes sabores numa insólita aventura lunar, os traquejos se opondo,
Esta nave sem sonho, este sonho sem cama, e o afoito universo á se revelar.

Os quinhões da sabedoria se atracando antes que vida se perpetue em terra firme.

O moribundo triste apanhando com a régua do tempo, lavanda, lavada, latejam ardentemente nesta intrigante aventura.

O orifício do saber se aperta ainda mais, a esquisitice do aprender se derrama,
E este mundo sem tréguas se corrompe facilmente.

As viagens e as descobertas se enchem no desbravar, o mito enfrentando as batalhas da verdade e o ser acreditando na sua vã filosofia.

O balanço do mundo dágua, o sustento e a esperança no encalço da existência,
E a insolúvel ambição se debatendo, os peregrinos se organizando em filas querendo outro mundo.

A túnica e o chapéu pedindo votos de obediência e castidade

O mundo redondo e compacto cozendo, amigos, inimigos, pais, filhos, primos sobrinhos, tios e uma massa mais do que cinzenta se explicando.


Gueko
Enviado por Gueko em 17/11/2007
Reeditado em 27/12/2009
Código do texto: T740858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
810 textos (33922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:52)
Gueko