Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mascarados Do Outro Bairro

Se alguém me disser que tudo está ok
Eu me transformo na melhor forma errada
Para que todo mundo perceba o lance
Que a estrutura antiga deve ser mudada
E para a minha velha turma
Eu deixo um convite de nostalgia
E para os mascarados do outro bairro
Uma dose exata de rebeldia

E se alguém ainda insistir em me dizer
Que o sistema é ideal para a gente viver
Eu convoco a rapaziada da minha rua
Para mostrar como se corta essa carne crua
E para a minha velha turma
Eu deixo um ingresso de saudade
E para os mascarados do outro bairro
Um vento frio de tempestade

Mas se no fim alguém tentar me convencer
Que é melhor confiar em quem está no poder
Eu inverto as direções do mapa da estrada
Para mudar esse jogo que não paga nada
E para a minha velha turma
Eu deixo um retrato da juventude
E para os mascarados do outro bairro
Uma cena repleta de atitude
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 19/11/2007
Código do texto: T742973
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:52)