Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DISPA-ME...

Dispa-me...

No oitante luar primaveril
Em Vênus a reluzir
As diáfanas águas de março
A desaguar de meus rios
Dispa-me...

Da cortiça do rubro mais fino
Gondoleiro nas barcarolas
Clássicos das pianolas
Nas harpas de meus pífanos
Dispa-me...

Dos acúleos e máculas
Pragas e fungos deste jardim
Dos braços do pélago raivoso
Nas incertezas do tempo
Dispa-me...

Do vento que sopra manso
A desvendar o intento
Nos broches em diamantes
A brilhar no infinito
Dispa-me...

Das folhas secas do outono
Dos raios de sol do verão
Das fúcsias invernadas
Nos campos primaveris
Dispa-me...

Da luxuria do alfarrábio
Ansiando rimar os poemas
Das letras matizadas
Em vogais e consoantes
Impressas em meus versos.
Dispa-me....


DETH HAAK
19/11/2005
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 22/11/2005
Código do texto: T74890
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65358 leituras)
50 áudios (9717 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:38)
Deth Haak