Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu olho não chora

Porque você?
Porque a mim?
Tais  cores alegres vão sorrindo,
Porém minha vida tão triste partindo

Sinérgico, vital
O espírito se vai
Do corpo carnal


A luz que desce é o som que vibra,
Assim a música vai e a solidão aqui fica
Esquecendo me de ser apenas uma nota, vaga e quebrada,
Num piano atordoado, neste lugar esquecido,

Como um copo vazio,
Eu já apodrecido de vergonha
Um fascista sem dó,
imoral sem porque
Criminoso banal,
Apaixonado com o que?

Triste assim pelas derrotas
Verdadeiro e falso sou, posto humano
Negociável e vendido como sempre fui
Comprado e usado,
Feito eu como escambo

Idealista outrora,
Hoje, perdido.
Vendi-me pela verdade,
Compraram-me pela inocência,
Trocaram-me pela escória,
Rejeitado fui pela própria consciência

Enquanto aqui,
Meu vangloriado coração chora,
Milhares se vão sem demora,

Uma fera enganada,
Com marcas e dentes,
A vida simplória que sonhava em ter,
Se prova não mais capaz de ser...


Vida que não soube lutar,
Sonho que não pude conduzir
Vontade minha perdida... no chão,
Meu ego esfolado e sem fé,
Derrubado e feito pião,

Encontro-me assim então
Louco e insano
Feio, perdido...
Feito eu um leão dolorido

Enganado pelo hipócrita,
Moralista sem moral,
Sou eu, vão, banal

Tendo minha essência pura desvirtuada
Minha casa arrombada,
Longe de minha terra amada

Acabo me despedaçado
E desnudo, calado
Produto eu do tão idolatrado,
Fugindo não da luta e tampouco da morte,
Sendo eu filho da terra mãe, do norte

Encontrando-me nesta brecha
Atrás da porta, escondido ali ao lado,
eu vou, assistindo então
Minha vida perdida,
Ser jogada no chão,

E me agarro ao que me resta
Ao egocentrismo utópico
Do sofrimento não desejado
Por tantas vezes abandonado

Apego me a esse sofrimento do coração
E faço dele a minha única canção
Mas não adianta, meu olho não chora
E toda essa dor acontece em vão.
L Nissola
Enviado por L Nissola em 30/11/2007
Reeditado em 19/02/2008
Código do texto: T759958

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
L Nissola
Curitiba - Paraná - Brasil
65 textos (3863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:39)
L Nissola