Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMAS NEGRAS



Almas negras, errantes de subterfúgios;

Migrantes noturnos da miséria humana

Procuras constantes, recônditos refúgios;

Odor fétido que do tempo emana


Torturas resultantes, levantes profundos...

Das almas negras, enlutadas no ódio...

Em todas as terras, em todos os mundos...

São as primeiras a subir ao pódio.

 
Códigos e regras a elas não se aplicam

As desgraças da vida, nelas nada implicam...

Até as dores profundas delas se ausentam.

 
Almas negras, dejetos de um mundo poluído;

Carcaças e destroços de um tempo destruído;

Resquícios de maldade que na Terra habitam.

 
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 02/12/2005
Código do texto: T80187

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916756 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:47)
Denise Severgnini