Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O PETRÓLEO NO MUNDO



Óleo negro e viscoso,
Com grande valia,
Andança do mundo,
Quebrando barreiras.

Surgem na superfície,
O lenço roto das discórdias,
Motivos de guerras,
Por causas de divisas.

Negro veneno dos povos,
Exterminando a paz,
Levando o progresso,
Proclamando aflições.

No meu universo é assim,
Cobiças, dilemas e guerras,
Desafios pelo óleo negro,
Elevam o custo de vida.

Misturas químicas,
Sintetizadas no progresso,
Vazão de campos de óleo,
Vazão de campos de gás.

Procura incessante na litosfera,
Holding na briga pelo preço de barris,
Contratos de royalty gigantescos.

E a OPEP lança competição,
Corta as cotas de produção de barris,
Sobem os preços no globo,
E os EUA alucinados pelo Iraque.

Ó negro Preto!
Sem esse veneno,
O mundo não vive,
Nem eu e nem você,
Meu caro leitor (a).

ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 07/12/2005
Reeditado em 03/10/2011
Código do texto: T82237
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2054946 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:26)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor