Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A realeza

 
A Realeza

 

 

Sou baixinho, reconheço.

Caminho bem devagar.

Mas se atinjo a sétima,

Causo grande confusão.

E nesta hora descobrem,

A força de um Peão !

 

GMI’s de todo o Mundo

Reconhecem meu valor.

Se o Rei está no canto,

Eu ajudo a cercá-lo.

Se possível me consagro,

Dando mate de Cavalo !

 

No universo episcopal,

Ou na trilha diagonal,

Caminho com cuidado.

Mas se existe algum risco

E meu Rei corre perigo,

Melhor sacrificar o Bispo !

 

Da esquina do tabuleiro

Observo o horizonte.

E quando a batalha aquece,

Através de um leve toque,

Estou pronta para a luta

Logo após feito o Roque !

 

 

O poder de uma mulher

Está na força do Amor

Com o qual gera a Vida.

Mas no calor da rinha,

Ataca como um soldado,

Mantendo pose de Rainha !

 

Todos me protegem

E dão a vida por mim.

Se mereço isto tudo,

Eu mesmo não sei.

Nem promoção recebo,

Pois apenas sou um Rei !

 

Esta luta limpa se trava

Num belo campo reluzente

Onde o número de pontos

É de dois elevado a seis.

Assim, através dos séculos,

Se imortaliza o Xadrez !

 

Haroldo P. Barboza – abril 1997

Autor do livro: Brinque e cresça feliz
Haroldo
Enviado por Haroldo em 29/12/2005
Código do texto: T91660
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Haroldo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
678 textos (24806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:13)
Haroldo