Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma em punho

Alma em punho

Alma em  punho,  vou riscando esferas luminosas,
do alto me acenam as estrelas fugidias e medrosas,
nas mãos de antena à doce graça do clarão bendito,
entrego minh’esperança parida na fé que acalento,
perdida  em meu casulo por temer o fim, eu grito!

Meu coração no envelhecido fruto bravo e valente,
por vezes  me faz sentir essencialmente estranho,
dentro deste mundo branco e negro sou  a semente
fecundada do grão pequenino neste mundo tamanho!

Tenho pai-criador, sou filha e criatura,o céu longo
me abraçando,logo meus medos descobre  e os espanta
para longos lagos sombrios exterminadores de perigo,
oh harmonia bondosa, que refloresce feito floresta!

D'um lado há flores no jardim,do outro me afrontam
os corruptos pretensiosos a desviar-me do Caminho,
mas sendo fugitivos da  Luz, nos abismos se deitam
e me deixam a divina claridade onde faço meu ninho,

ladeando riachos e rosais, florescendo eternamente,
nada e jamais haverá que me domine ou que me vença,
desde o momento em que minh’alma acorda mudamente,
ela arrebenta em flores e transborda emoção imensa!

Santos-SP-13/02/2006


Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 05/03/2006
Código do texto: T119128
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:51)
Inês Marucci