Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ensaio celeste

Almas se vestem d’impressionantes soluços
e d’estrelas em estrelas errantes jornadeiam
n’águas que o céu verte por seus mil braços,
envoltas num dulcíssimo sofrer, conquistam
a divina paz maravilhosa que enche espaços,
quando as melancolias secretas  as assaltam!

Cismando empalidecem,à mágoa sombria padecem,
entretanto na graça, tristes lamentos fenecem,
pois a Voz celeste lhes fala num beijo gemido
do amor das longínquas estrelas desprendido,
instantâneo momento no consolo, e esquecem
do murmurar estéril,  sofrido  e enceguecido!

Grande amor, florescência em grande Mistério,
no sagrado refúgio celeste todas almas enlaça,
levando-as nos passos de asa ao destino etéreo,
bálsamo dos bálsamos que as inunda de graça!

Se incertezas humanas lhes oscilam no peito,
almas jogam ao céu e se alimentam da espera,
suspiram, rolam e choram seu sorriso perfeito,
ensaiam a eternidade. Rosas puras de Quimera,
sempre vagueando entre o nublado e o risonho
em perfume agreste materializando seu sonho!

Santos-SP-27/03/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 27/03/2006
Código do texto: T129049
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:40)
Inês Marucci