Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Botânica do coração

"E foram-se os lírios brancos,
junto da rosas vermelhas,
junto dos pinheirais brandos
e as hortências virgens como seda...
Foram-se também os cravos e as bromélias
como musas de Paris,
os jasmins em brotos,
flores que sempre quis.
Renderam-se ao chão macio,
à calçada que amacia o colorido,
à palma que alivia o sentido.
Ah! E vieram os Ipês
nas primeiras semanas de setembro.
O inverno já se ia,
levando o vento subalterno.
Os Ipês roxos demoraram-se a brotar,
os amarelos despencaram primeiro,
como a se gabar.
Os pés garbosos, os galhos manhosos,
repletos dessas vidas de Deus,
sim, são flores dos campos meus.
Se alguém acha magnífica
esta referida criação,
é por que ainda não
conheceu outra maior:
o ser humano,
em sua perfeita imperfeição..."
Andrea Sá
Enviado por Andrea Sá em 31/03/2006
Código do texto: T131678
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Sá
Irati - Paraná - Brasil, 26 anos
198 textos (7791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:33)
Andrea Sá