Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESPERA

Como é cruel esta distancia
Quando ela me separa de ti
Tão impiedosa como tempo
Em que fica ausente de mim

Quisera ter eu o poder da luz
Para em sua velocidade viajar
O tempo se tornaria  pequeno
Nas distancias nem iria pensar

Estes segundos são muito amargos
Como o fel da ausência de tua voz
Tristes, perversos como este vazio
Em meu olhar que não te pode ver

Falei contigo pelo telefone
Por minutos eu me deliciei
Tua voz encheu meus ouvidos
Feliz por momentos fiquei

Mas veio o tempo e a lembrança
De quão longe se encontra você
E de mim foi tirando a bonança
Do mel que vibrava em meu ser

Voltei a ter saudade de novo
Ela está me matando de dor
Ferindo-me com tua ausência
Vai aumentando o meu Amor

Já estou até falando sozinho
Te buscando no computador
Deliro lendo os teus recados
Com eles eu sinto o teu calor

Mas enlouqueço a cada instante
Penso na falta que você me faz
Pereço em silencio ao martírio
Na longa tortura de te esperar
Zoiudo
Enviado por Zoiudo em 02/04/2006
Código do texto: T132432
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zoiudo
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
82 textos (5736 leituras)
11 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:35)
Zoiudo