Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FANTASMA DA MENINA

Conectei-me de madrugada
E vi sua imagem na internet
Fiquei com sua face marcada
E com sua URL na Net
Você parecia me encarar
Quase me dominou
Você impressionou com aquele fundo olhar
E fiquei perplexo com o poder que me hipnotizou
Porém, fui forte, tive coragem, segurei minha emoção
Mas, tive vontade de enlouquecer, tentei te esquecer, aliás, quase morri do coração
Tristeza, raiva, ódio, cólera, ira, amargura, angustia e morte era o que ela suscitava
Um misto de fugacidade e infelicidade, mescla de desgosto e falta de amor; se ressuscitava
Flutuou, andou, incrustou, se revelou, se marcou na tela do meu computador...
Levou, passou, findou, cravou, flechou e enovelou sofrimento e dor...
Foi pior que qualquer alma penada, pois na vida talvez mal amada ou não aproveitada...
Fez-se cruel com ela, mas sei que nela há um anjo, um Serafim, um querubim que quer se mostrar e não se ocultar...
Vivi uma experiência Sem-Igual naquele relance, fração de segundos, fragmentos do desconhecido... Que vinha e voltava em um assaz, edaz, fugaz e voraz movimento psicológico... Em Centelhas Múltiplas dos Ecos Da Noite
Edemilson Reis
Enviado por Edemilson Reis em 03/04/2006
Código do texto: T132876
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edemilson Reis
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
332 textos (127549 leituras)
4 e-livros (593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:45)
Edemilson Reis