Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Epitafista

Vai fazendo letra por letra
A frase eterna
Que diz, comprova que o que ali está,
Estava
Passou realmente por esta terra

Foi homem, amou e sonhou

Hoje ainda é lembrado
A dor da família, dos amigos,
É forte na recordação
De momentos quase fúteis

Com o tempo, pensa ele,
Esta frase estará tão longe
Que não terá mais sentido
E será quase uma dúvida
A tua breve existência

O que foste ninguém saberá,
Tua casa
Tua imagem
Teus trejeitos
Tudo que era teu,
Teu sorriso e tua lágrima
Serão coisas inexistentes,
Inexistidas...

O experiente epitafista
Está quase emocionado
E num momento ele fala,

Meu Deus,
Que estranha função a minha!
Eu que não sei quem és
Que jamais troquei uma palavra contigo
Venho, como teu melhor amigo,
ralizar-te o último desejo...

E tu, logo tu que já não és,
É quem desperta em mim
A sensação do completo,
Absoluto e Eterno fim!
Sebastião Alves da Silva
Enviado por Sebastião Alves da Silva em 07/04/2006
Reeditado em 21/04/2006
Código do texto: T135536
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Alves da Silva
Imperatriz - Maranhão - Brasil
687 textos (27272 leituras)
2 áudios (87 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:08)
Sebastião Alves da Silva