Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESEJO


Quisera eu ser um pássaro no céu
Voando mais alto sem rumo e ao léu
Livre de enganos, do cinza urbano
Da cidade metrópole, selva de pedra
Parede concreta que separa os iguais
Voar, cair e cantar pelas asas da fraternidade
Não importa a idade e nem a cultura social
É um vôo por todos, franco e sem engodos

Quisera eu voar com as asas mais livres
Pregando a beleza entre os povos da terra
Libertando da cela que prende e sufoca
São negros e brancos, são tantos os prantos
Cantar ao vento, por um momento e sem distinção
Abençoando o sonho alado dos humanos - mortais
De gente tenaz que luta calada e não descansa
E rogar pelas crianças pois a vida é tão fugaz

Quisera eu voar tão longe e pela madrugada
Mais perto das estrelas e da lua enamorada
Casada com a noite, seu véu é um rio iluminado
É tarde, hora da pausa da briga , da dor inimiga
O pássaro vela por todos em seu vôo altivo e azul
Outrora , cativo e preso a todos os medos e lacres
A tantos massacres  dos que caçam e não crêem
Voar pelo bem , cantando junto ao sino de Belém

Quisera eu voar mais alto e um pássaro ser
No fundo penso que sou um pássaro
Um pássaro – poeta...











pássaro poeta
Enviado por pássaro poeta em 15/05/2006
Código do texto: T156785

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pássaro poeta
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
536 textos (101645 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:30)
pássaro poeta