Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Visto-me de Fênix,
Me vejo a voar livremente
Agora nada me prende
O ar incentiva outros mundos diferentes... 

Vejo-me uma Fênix
Que se queimou no fogo da paixão
Em cinzas viveu grande solidão,
E que hoje renasce mais viva!

Sinto-me uma Fênix..
Uma águia veloz,
Num vôo feroz...
Para um novo pouso algoz!

Olha lá, é uma Fênix...
No céu um forte clarão,
Um fogo brilhante,
Um queimar apaixonante!!

É uma Fênix menina,
Uma mulher renascida das cinzas...

Sou uma Fênix que ama,
Que pelo teu caminhar te acompanha,
Nesta estrada sem curvas,
Pois sei que na próxima esquina
Em cinzas me transformaria...

Mais então, dar-te-ei como
Eterna lembrança que por ti...
...ressurgi destas cinzas,
Pois de ti, uma grande luz de vida,
Doaste a mim! 

 

MoneCarmo
Enviado por MoneCarmo em 02/06/2006
Reeditado em 02/06/2006
Código do texto: T167702
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos autorais à Simone Teixeira do Carmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MoneCarmo
Belém - Pará - Brasil, 38 anos
2136 textos (293029 leituras)
72 áudios (9289 audições)
4 e-livros (1067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/03/17 06:31)
MoneCarmo

Site do Escritor