Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

evoluções

                                                                                   nada

                 encontrar o nada
                     um dia
               chega a ser irônico
                porque nada hoje
                    já somos




       a coisa incerta

e não adianta
a nostalgia
desse momento depois...

depôs no ocaso
do mundo
a fuga do fundo
de nós

qualquer que fosse
a cor de uma rosa
qualquer que fosse
o rumo da prosa
ou da coisa incerta,
qualquer invenção

não existe
a inovação que persista
não existe
o teu ponto de vista
só o de
exclamação!


Rio, 11/06/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 11/06/2006
Reeditado em 02/10/2006
Código do texto: T173761

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144465 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:36)