Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA PEQUENEZ DIANTE DO PAI

Quão pequeno eu sou diante da tua grandeza. “Tu és tremendo”!
Tu és  único, cheio de poder e glória!
Só tu, oh Deus se fez homem para com humildade se entregar a uma morte infame
(morte na cruz), reservada aos mais vis.
TU, Deus, como homem, não deixou o orgulho chegar ao teu coração (quantos vezes já deixei  ele entrar no meu)?
Tu colocaste a humildade acima de tudo (mais amor...impossível!)
O que eu era... o que sou eu?
Nada... grão de areia apenas, mas Tu me amas!
O teu amor excede a tudo que posso imaginar.
Os meus pecados, meus erros... tu não mediste quando te entregaste em sacrifício ( o  que contava naquele instante era o teu amor por mim, não o meu por ti).
Sempre foi por amor.... O sacrifício  foi a tua prova.
Por tudo isso, meu Deus, só tenho que te agradecer por tão grande prova, por tamanha persistência (em nunca desistir de mim).
Quão pequena eu sou (muitas vezes ingrata também).
Mas uma coisa eu te peço: Não desista nunca de mim e não permita que me afaste de ti.
Tu és o que tem de melhor em mim.


Adi
Enviado por Adi em 20/06/2006
Código do texto: T179177
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
325 textos (43520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:02)
Adi