Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Novidades 2

continuam ali esquecidos
contra a parede do box
mas já não me olham
suplicam
que eu permaneça onde estou
que eu não lhes dirija a palavra
o pensamento, a lamúria
da minha figura espúria
que eu fique com a minha espera
porém o que me desespera
é ver que não há novidades
na sua presença insólita
contra a parede do box

o par de chinelos me pede
que eu fique com o meu inventário
das coisas demais que não sou
e o meu raciocínio voltado
pro mar ou pro vento
é o alento
do par que se queda tristonho
e aguarda pelo abandono
do resto de água potável
que leva o sal e a areia
enquanto em mim se incendeia
uma paixão invulgar


Rio, 20/06/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 23/06/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T180639

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:09)