Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Extinção


Quem é você que da vida
Apenas herdara o sorriso
Amarelo tingido pela seca?

Quem é você que dos prazeres
Que a vida proporciona, somente
Tem, o de ver os filhos serem alimento
Da fome, e o estomâgo gritando paupérrimo?

Quem é você que das alegrias que
Existem, a única que tem é o de ver
O gado morrendo pela seca e palmas
Virando mistura na mesa da família?

Eu sou a esquecida maltrapilha
A esquartejada de promessas vâs;
Que alimentam espíritos, de fé
Envenenada que mata a cada dia.

Sou aquela carta descartada do baralho
Mofando na gaveta escondida, dissolvendo-se
Pelo sol, seca, areia, minguando gota a gota
Criado da casa de sapê que tempera a minha mente.

Eu sou a única no planeta, o diferencial
De um país, de espécie rara que querem extinguir
Em francos ataques de olhos vendados
Da justiça que é para todos que não são como eu.




Freitas de Carvalho
Enviado por Freitas de Carvalho em 23/06/2006
Código do texto: T181189
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Freitas de Carvalho
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 27 anos
31 textos (695 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:21)